Blog do 2º Ano de Educação Física Licenciatura

EDUCAÇÃO FÍSICA E INCLUSÃO: CONSIDERAÇÕES PARA A PRÁTICA PEDAGÓGICA NA ESCOLA

by on nov.18, 2012, under Posts Diversos


Ruth Eugênia Cidade
Universidade Federal do Paraná – Doutoranda na Unicamp
Patrícia Silvestre Freitas

Universidade Federal de Uberândia – Doutoranda na Unimep
Obs: Este texto encontra-se em processo de publicação na revista INTEGRAÇÃO – MEC
A Inclusão, como processo social amplo, vem acontecendo em todo o mundo, fato
que vem se efetivando a partir da década de 50. A inclusão é a modificação da
sociedade como pré-requisito para que pessoa com necessidades especiais possa
buscar seu desenvolvimento e exercer a cidadania (Sassaki, 1997). Segundo o autor,
a inclusão é um processo amplo, com transformações, pequenas e grandes, nos
ambientes físicos e na mentalidade de todas as pessoas, inclusive da própria pessoa
com necessidades especiais. Para promover uma sociedade que aceite e valorize as
diferenças individuais, aprenda a conviver dentro da diversidade humana, através da
compreensão e da cooperação (Cidade e Freitas, 1997).
Na escola, “pressupõe, conceitualmente, que todos, sem exceção, devem participar
da vida acadêmica, em escolas ditas comuns e nas classes ditas regulares onde deve
ser desenvolvido o trabalho pedagógico que sirva a todos, indiscriminadamente”
(Edler Carvalho, 1998, p.170).
A escola como espaço inclusivo têm sido alvo de inúmeras reflexões e debates. A
idéia da escola como espaço inclusivo nos remete às dimensões físicas e atitudinais
que permeiam a área escolar, onde diversos elementos como a arquitetura,
engenharia, transporte, acesso, experiências, conhecimentos, sentimentos,
comportamentos, valores etc. coexistem, formando este locus extremamente
complexo. A partir disto, a discussão de uma escola para todos tem suscitado
inúmeros debates sobre programas e políticas de inserção de alunos com
necessidades especiais. A grande polêmica está centrada na questão de como
promover a inclusão na escola de forma responsável e competente.
Quanto a área da Educação Física, a Educação Física Adaptada surgiu oficialmente
nos cursos de graduação através da Resolução 3/87 do Conselho Federal de
Educação e que prevê a atuação do professor de Educação Física com o portador de
deficiência e outras necessidades especiais. Por isso sabemos que, muitos
professores de Educação Física e hoje atuantes nas escolas não receberam em sua
formação conteúdos e/ou assuntos pertinentes a Educação Física Adaptada ou a
Inclusão.
Sabemos também que nem todas as escolas estão preparadas para receber o aluno
portador de uma deficiência e por vários motivos, entre eles, porque os professores
não se sentem preparados para atender adequadamente as necessidades daqueles
alunos e porque os escolares que não têm deficiência não foram preparados sobre
como aceitar ou brincar com os colegas com deficiência.
A Educação Física Adaptada “é uma área da Educação Física que tem como objeto de
estudo a motricidade humana para as pessoas com necessidades educativas
especiais, adequando metodologias de ensino para o atendimento às características

PEDRO BARRETO RODRIGUES RA: 52459

Comments

comments


1 Comment for this entry

  • FastMillard

    I have noticed you don’t monetize your blog,
    don’t waste your traffic, you can earn additional cash every
    month because you’ve got high quality content. If you want to know
    how to make extra money, search for: best adsense
    alternative Dracko’s tricks

Leave a Reply

Looking for something?

Use the form below to search the site:

Still not finding what you're looking for? Drop a comment on a post or contact us so we can take care of it!

Archives

All entries, chronologically...